Nov 10, 2008

"Cheiras tão bem!"


Com excepção de um vestido aos quadradinhos rosa e branco e saia em balão e um mais recente branco plissado com decote a fechar em alfinete, não seria capaz de vestir roupa de Thierry Mugler. Isso faz de mim talvez pouco moderna mas uma coisa é certa, por mais anos que passem, Angel continua a ser o meu perfume. Deixei de o usar durante dois anos, ficando apenas o creme de corpo que deixei passar do prazo de validade. Durante esse tempo usei o Versus da Versace (frasco rosa), que adoptei como meu, bem como o Addict da Dior, e não posso dizer que me arrependi da troca. Os perfumes dizem tanto de quem somos...


Voltei a descobrir recentemente e por motivos profissionais, essa fragrância tão detestada quanto amada, do misterioso costureiro nascido em Strasbourg em 1948. Digo misterioso porque aparece pouco, e apesar das roupas expressivas, sinto que o que se passa na cabeça deste homem permanecerá em segredo de estado.


Antes que torçam o nariz ao perfume, porque o cheiraram directamente do frasco ou num molhete de perfumaria e não gostaram mesmo nada, tentem dar-lhe uma oportunidade. Garanto-vos que cheira bem, se cair na pele certa. Já surpreendi pessoas que o odeiam e me disseram "cheiras tão bem". (O mesmo se passa, por exemplo, com o famoso e supostamente insuportável Chanel nº 5) . Experimentem, pesquisem sobre a história dos perfumes, são verdadeiramente apaixonantes!


Ainda a propósito do Angel, o novo vídeo publicitário faz brilhar o perfume pela mão da actriz Naomi Watts, bonita e talentosa, sucedendo a Jerry Hall, imagem de marca da fragrância nos anos 90.

Até breve!

2 comments:

Charlie, The Sinner said...

Também se fartam de dizer mal do Pure Purple da Hugo Boss e, no entanto, é o perfume que uso no Inverno. E toda a gente me diz que cheiro bem ^^


Beijinho

debbie harry said...

:) pois, não vale a pena dizer que não gostamos de uma coisa se nunca lhe demos uma hipótese...
beijinhos*